Saiba o que é falso e verdadeiro sobre a reforma da Praça

7
749
Depois que 18 árvores foram suprimidas da Praça Manoel Alves de Athaide nesta semana por conta de sua revitalização, muitos boatos e manifestações começaram a surgir na cidade. Apesar de ter ocorrido uma audiência pública em abril de 2016 que definiu o projeto, muitos moradores ainda não sabem o que de fato vai ser realizado na principal Praça do município. Por isso, a Prefeitura reuniu os principais pontos que ainda restam dúvida. Serão investidos R$ 244.252,60.
ÁRVORES NATIVAS
Foram suprimidas 18 árvores nativas de quatro espécies, no total. Em audiência pública ocorrida em abril de 2016, o projeto original era de que 33 fossem cortadas, porém o número foi diminuído a pedido da maioria dos moradores que ali participavam. Laudos técnico e fotográfico desenvolvidos pelo departamento de Meio Ambiente especificam os motivos da supressão como, por exemplo, danos ao patrimônio público, danos na rede pluvial e de abastecimento, riscos de queda, entre outros. Os cortes das árvores têm como base a Lei Municipal 2614/2013. Além disso, o departamento de Meio Ambiente da Prefeitura possui declaração de atividade isenta de licenciamento emitido pela Cetesb (Companhia Ambiental do Estado de São Paulo).
BUSTO DO FUNDADOR
Boatos espalham pela cidade e pelas redes sociais sobre o futuro do busto do fundador da cidade, Manoel Alves de Athaide. Os comentários levam a crer que a estrutura será retirada do local. Não é verdade. Assim como a praça, o busto será revitalizado sem sofrer nenhum tipo de alteração. A imagem de Athaide passará por limpeza, pintura na estrutura que a sustenta e ganhará iluminação.  
PEDRAS PORTUGUESAS
Também definido em audiência pública, as pedras portuguesas, que são características da Praça, não serão retiradas. Elas passarão por recolocação e lavagem.
BANCOS
Outra medida que ficou definida pela maioria dos participantes da audiência era a situação dos bancos que levam os nomes de famílias mirandopolenses. Eles serão mantidos. Alguns apresentam pés quebrados, por isso serão apenas reformados. Está previsto também a limpeza dos assentos.
FONTE
O custo para colocar em funcionamento a fonte da Praça é elevado, por isso, ela não será reformada nesse primeiro momento. A emenda parlamentar que veio para o Munícipio não será suficiente para revitalizá-la. O montante foi destinado apenas para a reforma da Praça. A Prefeitura trabalha, agora, para conquistar nova emenda parlamentar para aplicar na fonte.
PRAZO
A ordem de serviço dada pela Prefeitura para a empresa responsável pela obra foi em março deste ano. De acordo com o cronograma, a previsão para a sua conclusão é de sete meses, podendo ser aditado novo prazo.
CORETO
O coreto será transformado em um espaço para apresentações, uma espécie de concha acústica. Os banheiros que ficam sob o coreto, que estão desativados, serão reformados para serem utilizados como camarins.
ILUMINAÇÃO
Atualmente, a praça conta com 51 postes de iluminação decorativa. Com a reforma, as lâmpadas serão trocadas e mais 30 postes serão instalados, o que irá contribuir com o novo visual da praça.
Confira abaixo o projeto final de como ficará a Praça Manoel Alves de Athaide após sua reforma. Para ampliar a imagem clique sobre ela. Mais informações podem ser obtidas diretamente nos departamentos de Meio Ambiente ou Obras da Prefeitura. 

 

 

7 COMENTÁRIOS

  1. acredito que o coreto como esta se torna perigoso seria importante ter ao menos uma grade de proteçao tambem seria bom se fosse proibido as bicicletas que atravessam a praça os bancos serem colocados sobre um base pois sao baixos dificil para serem ocupados enfim parabens pela reforma geralmente as praças so o cartao postal da cidade

  2. Realmente, parabéns pela reforma. Nossa cidade estava precisando disso. Também parabéns pelos esclarecimentos prestados. Era isso o que estava faltando.

  3. O calçamento em pedras portuguesas foi destruido nas calçadas do entorno da matriz. As obras feitas pelo pároco na igreja invadiram partes da calçada num claro descaso com qualquer código de construção civil. Parece que não há fiscalização nenhuma por parte da prefeitura.

  4. Com certeza já era preciso uma reforma nessa praça,assim como em muitos outros setores públicos desta cidade, que vive um abandono, como a rodoviária que é a porta de entrada da cidade, onde pessoas chegam e sai, a em pressão que dá é de uma cidade pobre e abandonada, más reformar preservando a historia da cidade. Só espero que as obras realizada com o dinheiro público esteja dando emprego para pessoas desta cidade.

  5. Pediria excelentissima prefeita que após ser concluida as obras e por ocasião da reforma do passeio com as pedras portuguesa,olhasse com carinho a calçada que circunda a igreja matriz pois trata-se tambem de um patrimonio publico.Os danos ali ocasionados, foram em virtude da colocação de andaimes para o levantamento do Salão de Eventos da Matriz e diga-se de passagem que já tinha algum sinal de danos antes disso.
    A senhora prefeita é moradora nas imediações e sabe o quanto é importante manter aquela originalidade da calçada com aquelas pedras portuguesas.
    As pedras dali retiradas, ainda uma boa parte poderá ser usada, barateando os custos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, entre com seu comentário
Por favor, entre com o seu nome aqui

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.