Prefeitura firma termo de cooperação com Pereira Barreto para melhorias em estradas rurais; 15 quilômetros foram recuperados

    0
    621

    A Prefeitura de Mirandópolis firmou termo de cooperação técnico que autoriza o Município a melhorar a infraestrutura das estradas rurais em parceria com as cidades que fazem sua divisa. A primeira cidade a firmar a parceria com Mirandópolis foi Pereira Barreto.

    O projeto de Lei 2919/2018, que foi aprovado pela Câmara Municipal, define que o Governo Municipal poderá desenvolver ações de cooperação técnica entre as partes para elaboração de projetos básicos e/ou executivos de conservação das estradas rurais, para execução de obras, atividades e serviços de manutenção e implantação de pontes, passarelas e estradas rurais e para o melhor aproveitamento de material básico para a perenização de estradas rurais.

    A Lei vai de encontro à indicação e idealização do vereador Matias dos Santos Evarde.  Para o prefeito em exercício José Antonio Rodrigues essa iniciativa do Executivo contribuirá para a eficiência do serviço.

    “Firmamos a primeira parceria com Pereira Barreto. A população que mora nessa região que faz divisa sentirá a diferença. O trabalho contribui para um serviço mais produtivo e eficaz. A criação desse projeto era necessária para que pudéssemos trabalhar na legalidade”, contou o atual chefe do Executivo.  

    Foram dois meses de trabalhos que resultaram na recuperação de 15 quilômetros de estradas rurais. Por Mirandópolis, os trabalhos foram realizados através da equipe do departamento de Agricultura e Abastecimento sob o comando do diretor da pasta, Alberto Chinaglia, e do encarregado Carlos Loche. Já por Pereira Barreto, a parceria teve a participação da secretaria de Obras, através do secretário Wilson Rodrigues Xavier, e do encarregado de manutenção de estradas rurais Paulo Henrique Alves Pereira.

    Diversas ações foram desenvolvidas ao longo dos trechos como correção do greid (elevação do leito da estrada), construção de bigodes/sangradouros, abaulamento do leito de estrada, construção de bacias de captação de águas pluviais, colocação de revestimento primário em diversos pontos críticos ao longo da estrada, retirada e colocação de cerca, poda de galhos, desentupimento de bueiros, entre outros. Com essas medidas foram beneficiadas 244 famílias dos assentamentos Esmeralda, São Lucas e Primavera, além de 65 propriedades rurais.

    “Priorizamos a reconfiguração do abaulamento do leito da estrada, o cascalhamento e pequenas intervenções de drenagem como valas laterais rasas e lombadas. Também trabalhamos em trechos de estradas utilizando tecnologias de adequação do seu leito por um sistema de drenagem das águas pluviais, através da construção ou recuperação de terraços embutidos com gradiente, associados a bacias de captação e sangradouros”, explicou Alberto Chinaglia. 

    Os trabalhos já causam reflexos na vida dos munícipes. Para o morador da fazenda Esmeralda, Genivaldo Macena da Silva, de 44 anos, os serviços representam um marco na região. “Há 30 anos que moro aqui nunca foi feito um serviço como esse. Os moradores estão felizes. As duas Prefeituras estão de parabéns. Não é apenas querer voto, é ter boa vontade e iniciativa de fazer as coisas”, elogiou.

    O projeto também esclarece que para a execução do trabalho deve observar o Plano de Trabalho estabelecido entre o Município de Mirandópolis e o município limítrofe a seu perímetro, “sendo que as melhorias devem beneficiar a população de ambas as cidades, não implicando a presente lei em repasse ou transferência de recursos entre as partes, sendo que as ações a serem executadas deverão estar dentro das previsões orçamentárias de cada município”. 

    O projeto foi publicado no Diário Oficial no dia 11 de maio de 2018 e pode ser visto aqui.

    Confira como ficou o serviço nas imagens abaixo. 

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor, entre com seu comentário
    Por favor, entre com o seu nome aqui

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.