Em oito meses de serviço veterinário, CCZ realizou mais de 1,5 mil procedimentos

0
718

O Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) divulgou relatório das atividades realizadas entre maio de 2017 a janeiro deste ano – período da contratação temporária do novo veterinário. Foram mais de 1,5 mil procedimentos realizados pela equipe do CCZ na atual administração como aplicações de doses de rotina e borrifação de veneno, eutanásias, visitas a residências, consultas, castrações e adoções.

Prestações de serviços, como a campanha de vacinação antirrábica, atenderam mais de 5.400 animais, sendo 3.919 cães e 1.539 gatos, além das 135 doses de rotina que foram distribuídas fora da campanha.

Visando a limpeza do município, o CCZ realizou também o recolhimento de carcaça e lixo especial, que somou, ao todo, mais de 6 mil quilos até agora.

Cerca de 320 animais, entre cães e gatos, foram recolhidos para eutanásia, procedimento que tem como objetivo poupar o sofrimento do animal.

Agentes de Zoonoses visitaram 24 residências para investigação de maus tratos, realizaram 126 consultas nas casas e observaram – durante 10 dias – 47 animais com tendência a serem agressores.

Entre os meses de outubro a janeiro, 437 imóveis foram borrifados com veneno para Leishmaniose e 400 amostras de sangue foram colhidas. O trabalho se estendeu também aos bairros Amandaba, 1ª, 2 ª e 3ª Aliança, que antes não eram inclusos na campanha.

Durante o período de contratação temporária do veterinário Fernando Hideak Komatsu, o número de cirurgias de castrações realizadas também aumentou consideravelmente: 480 animais passaram pelo procedimento, média de 60 por mês. E ainda visando o controle de animais, 882 fêmeas receberam a vacina anti-cio.

As cirurgias de castração são realizadas as terças e quartas-feiras para o público em geral, sendo cinco por dia. Interessados devem realizar seu cadastro no próprio CCZ (localizado na vicinal Antenor Nepomuceno) portando os documentos necessários para assim entrar na lista de espera. Para o Pelotão Animal, o CCZ reservou um dia da semana para a castração: a partir do dia 5 de março todas as segundas-feiras.

“Hoje nossa lista de espera está bem adiantada, já começamos a atender os cadastros feitos a partir de 5 de fevereiro. Gatos, por exemplo, não temos nenhum em espera”, revelou Maria Cristina, funcionária do CCZ.

Adoções também são realizadas no local, porém em número menor. Nos últimos meses apenas 30 bichinhos tiveram um novo lar. Os interessados em adotar podem entrar em contato com o CCZ pelo telefone (18) 3701-1855.

No último dia 23, o prefeito em exercício José Antônio Rodrigues esteve no CCZ para acompanhar o andamento das obras de reforma das baias e adequações do prédio. O prefeito estava acompanhado do vereador Almir Marini e do diretor de Saúde Farid Haddad. Os trabalhos estão sendo acompanhados também pela Vigilância Sanitária Municipal.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, entre com seu comentário
Por favor, entre com o seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.