“Se não chover nos próximos dias, será preciso fazer racionamento”, alerta SAAEM

    0
    426

    IMG_5232Com a longa estiagem que o Estado de São Paulo tem passado nos últimos meses vários municípios já estão racionando o uso da água em períodos determinados. Em Mirandópolis a medida ainda não foi necessária. Porém, segundo o Serviço Autônomo de Água e Esgoto – SAAEM, se não chover nos próximos dias será necessário rever o abastecimento.

    Juntas, as duas principais fontes de abastecimento do município: barragens São de Lourenço e Santa Helena têm capacidade 330 metros cúbicos por hora. Porém, atualmente estão trabalhando apenas com 150 m³/h. “Na barragem Santa Helena, por exemplo, a capacidade caiu em 50% nos últimos dias”, observa o diretor executivo do SAAEM, José Felício Albano.

    Segundo o Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Mirandópolis – SAAEM, a média mensal de consumo de água dos mirandopolenses está acima da média ideal (120-150 litros por dia) atingindo a faixa de 200 litros/dia. Portanto, ainda é possível reduzir os gastos desnecessários.

     Mirandópolis ainda não está realizando racionamento. Porém, tem adotado medidas alternativas como revezamento do uso das barragens para não sobrecarregá-las. E, outro fator que tem ajudado no abastecimento é a existência de 20 poços artesianos distribuídos por vários bairros do Município “São poços pequenos com capacidade média de 100 mil metros cúbicos, mas que, em pontos isolados, ajudam principalmente em horários de pico”, explica Albano.

     Ainda segundo a autarquia, se não chover nos próximos dias Mirandópolis também deverá adotar a medida de racionamento em determinado período do dia ou noite. O melhor horário para o possível racionamento ainda está definido. Entretanto, a melhor medida a ser tomada no momento é o uso consciente por parte de toda a população.

     —————————————————————————–

    MUNICÍPIO DE MIRANDÓPOLIS

    ASSESSORIA DE IMPRENSA

    —————————————————————————–

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor, entre com seu comentário
    Por favor, entre com o seu nome aqui

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.