Semana do Meio Ambiente mobiliza cerca de 1800 estudantes

    0
    525

    A DSC06602.compactadaeducação ambiental é fundamental para uma conscientização das pessoas em relação ao mundo em que vivem para que possam ter cada vez mais qualidade de vida sem desrespeitar o meio ambiente. Pensando nessa linha de raciocínio, diversas atividades referentes ao meio ambiente foram aplicadas ao longo de seis dias aos 1800 estudantes das escolas municipais. Os trabalhos ecológicos e recicláveis fizeram parte da Semana do Meio Ambiente promovido pelo Departamento de Meio Ambiente em conjunto com o Departamento de Educação.

     Com exposições, projetos de arborização, palestras e plantio de mudas, os alunos puderam conhecer diferentes formas de como conservar e preservar o meio ambiente e, ao mesmo tempo, reaproveitar os materiais considerados inúteis pela sociedade.

     Segundo o diretor de Meio Ambiente, Lucas Costa, foram plantadas cerca de 80 e doadas mais de 250 mudas nativas. Foram utilizados ainda 2 mil pneus e mais de 300 garrafas pet como materiais recicláveis. “Recolhemos ainda 580 unidades de lâmpadas florescentes e 152 quilos de lixo eletrônico”, completou o diretor.

     As atividades iniciaram no dia 30 com a maquete “Uso Racional de Eletricidade” montada na EMEF “Professor Hélio Faria”. Os estudantes da própria escola e os alunos da EMEF Ebe Aurora Fernandes Marcos acompanharam como é feita a produção de energia elétrica e a importância de sua economia. No mesmo dia, os alunos da EMEF Itelvina Ferreira foram até o bosque municipal para participar do “Projeto de Arborização”. Eles puderam conhecer diversas espécies de árvores que ali possui e ouviram dos professores como ocorre o processo da fotossíntese e sua importância na transformação de energia na biosfera.

    No dia 2, os estudantes do “Hélio Faria” fizeram visita no Departamento de Água e Esgoto. Lá eles conheceram todo o processo de tratamento da água para chegar às casas como, por exemplo, o transporte e a purificação. Os alunos foram ainda em uma das represas que abastece o município: a do São Lourenço. No dia seguinte, os pequenos plantaram mudas de diferentes plantas nativas na calçada ecológica, que fica localizada nas ruas 23 de maio, João Pessoa e rua 01, no bairro Esplanada. Houve também plantação de mudas na beira do córrego Luiz Miranda, feita pelos estudantes da Ebe Aurora.

    Os professores e alunos do Centro Educacional Municipal de Promoção e Interação Social – Cempis – também participaram da Semana do Meio Ambiente. Eles preparam o “Projeto Casa Sustentável”. Uma casa montada com pneus, garrafas pet e papeis recicláveis ficou à disposição do público durante o dia todo na praça Manoel Alves de Ataíde.

     As crianças do Centro de Educação Infantil – CEI – Dolvina Faleiros, no bairro São Lourenço de Fátima, participaram da atividade Horta Orgânica, do projeto Escola Brasil desenvolvida pelo Banco Santander em parceria com o Meio Ambiente. Os alunos aprenderam a preparar a terra e como fazer o plantio das mudas.

     Festa Junina Ecológica

    Aproveitando a Semana do Meio Ambiente com a época de Festa Junina, a EMEI do Parque Savero Tramonte preparou dois dias de “Festa Junina Ecológica”.  Os professores e alunos utilizaram de materiais recicláveis e plantas para montar a decoração dos eventos. A fogueira junina, por exemplo, foi montada com garrafas pet. Além disso, atividades com brinquedos de materiais recicláveis foram montadas em salas de aula para os alunos como barraca de pescaria com cd’s e boliche de latas e garrafas pet.

     —————————————————————————–

    MUNICÍPIO DE MIRANDÓPOLIS

    ASSESSORIA DE IMPRENSA

    —————————————————————————–

     

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor, entre com seu comentário
    Por favor, entre com o seu nome aqui

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.